Novas traquinagens de fim de semana

5 de março de 2010

O cardápio infantil voltou a ficar animado com o lançamento de novos espetáculos teatrais e o retorno de alguns que estavam em cartaz  em outros tempos. No cinema, temos Toy Story 2 na versão 3D, que como o primeiro filme ficará em cartaz por apenas uma semana.  Confira estas e outras novidades e programe-se!

Teatro: O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá

A fábula infantil escrita por Jorge Amado há 60 anos para presentear o filho, que completava seu primeiro aniversário, chega aos palcos baianos. O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá conta como um gato e uma alegre andorinha se aproximam e se apaixonam, numa relação que gera estranheza entre os outros animais do bosque. O romance serve como metáfora para tratar de temas como a importância da amizade, o respeito às diferenças e a necessidade de enfrentar os obstáculos acreditando nos sonhos.

A montagem é da Companhia Refletor e utiliza dança e música para evidenciar o caráter lúdico e valorizar elementos como o lirismo e o humor presentes também no livro. A peça fica em cartaz durante os sábados e domingos de março e abril, às 16h, no Teatro Sesi do Rio Vermelho (Rua Borges dos Reis, 9, tel. 3334-6800 e 3335-1529). Ingressos: R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia entrada).

Teatro: Palharia, Palhaço, Palhaçaria

A peça criada em 2008 por Alexandre Luis Casali (O Sapato do Meu Tio) está de volta, em apresentações gratuitas no Sesc-Senac Pelourinho. Utilizando a arte do palhaço (clown), quatro atores em palco mostram várias formas de improviso, construindo situações com jogos e brincadeiras que envolvem a plateia. Indicada a todas as idades (adultos também se divertem).

As apresentações começam dia 6 de março e prosseguem até 3 de abril, somente aos sábados, às 16h. O Sesc-Senac fica no Largo do Pelourinho, 19, Centro Histórico.

Teatro: Gil Santana tem três novas montagens

O Teatro Gil Santana reformulou sua grade de espetáculos infantis e a partir deste fim de semana traz de volta três montagens: Os Nossos Saltimbancos (16h), livre adaptação  de Os Saltimbancos e de Os Músicos de Bremen; O Casamento de Dona Baratinha (17h), inspirado no conto popular português de mesmo nome; e Cinderela (18h), da obra de Charles Perraul. Da relação anterior de peças só foi mantida O Cavalinho que só Canta na Chuva, agora no horário das 15h.

O Teatro Gil Santana fica na Rua Almerinda Dutra, 67, Rio Vermelho, tel. 3489-2917. Os ingressos para qualquer um dos espetáculos custam R$ 20 e R$ 10. Se quiser ver mais de um no mesmo dia e na sequência, no segundo é cobrado ingresso apenas das crianças.

Teatro: Larissa e seus Amigos Mágicos

O espetáculo indicado ao Prêmio Braskem 2009 na categoria melhor espetáculo infanto-juvenil retorna a cartaz, agora no Teatro Gamboa Nova (Largo dos Aflitos, tel. 3329-2418). Conta a história de Larissa, que brincava com seus brinquedos e outras crianças até ser hipnotizada pela Dona TV. Agora seus amigos mágicos terão o desafio de resgatar sua atenção e trazê-la de volta ao mundo da fantasia e diversão.

A peça da companhia Nossos Trecos Trupe de Teatro está sendo encenada aos sábados (dias 6, 13, 20 e 27), às 17h, a preços populares (R$ 5).

Teatro: Quem conta faz-de-conta e Cirandas e Rodas

O Espaço Xisto Bahia preparou uma programação especial para março, como forma de homenagear o mês do teatro.  Entre as atrações há duas montagens infantis: Quem conta faz-de conta e Cirandas e Rodas.

O primeiro está em cartaz aos sábados e domingos (dias 6, 07, 13 e 14 de março), às 16h. O musical da Cabriola Cia de Teatro é uma adaptação de clássicos da literatura infanto-juvenil e busca o resgate e a  valorização da cultura popular. A trilha sonora original é executada, cantada e dançada pelos atores ao vivo.

Já em Cirandas e Rodas, a plateia é convidada a participar ativamente do resgate de antigas cantigas de roda e brincadeiras coletivas. As atrizes Maria de Souza e Diana Ramos utilizam elementos resultantes de suas pesquisas de percussão e canto popular para contar como o Imperador do Centro do Mundo, o Um – Bigo, sai a explorar em sua memória as cantigas e possibilidades sonoras de vários lugares.

Nos dois espetáculos, os ingressos custam R$ 10 (preço único). O Xisto fica na Rua General Labatut, 27, Barris (subsolo do prédio da Biblioteca Pública do Estado da Bahia), tel. 3117-6155/6156.

Teatro: Nariz de Cogumelo de volta às praças

Depois de um período de recesso, o Grupo Nariz de Cogumelo retoma neste fim de semana as apresentações nas praças, com um novo espetáculo, batizado de O Salone. Sábado, às 17h, o grupo de palhaços e músicos estará na Praça Ana Lúcia Magalhães (Pituba), e no domingo no Campo Grande, às 16h30. Gratuito.

Música: Luiz Caldas no TCA, a R$ 1

Um bom programa para o domingo é levar a meninada para conferir o show do compositor e cantor Luiz Caldas no projeto Domingo no TCA (ingressos a R$ 1). Intitulado “Toda Música de Luiz Caldas”, o show terá o momento das músicas instrumentais com piano e violão, a parte roqueira onde a guitarra é a estrela e um terceiro e último ato com o multi-instrumentista atacando de Axé Music, forró, MPB, samba e frevo.

A bilheteria do Teatro Castro Alves abrirá às 9h para retirada dos ingressos e acesso imediato do público.

Exposição: Circo moldado em papel

Encantado pelo universo circense, o artista plástico Fábio Pinheiro preparou a mostra Papel de Palhaço, que dá vida e movimento a 30 delicados bonecos, entre trapezistas, arlequins e  pierrôs confeccionados com técnica de bandagem ou empapelamento.

A exposição está no Espaço Jayme Figura (Teatro Gamboa Nova)  até 31 de março. Horários: Segunda e terça, das 14h às 18h; quarta a sábado, das 14h às 20h; domingo, das 14h às 17h. A entrada é franca.

Cinema: Toy Story 2 em 3D

Os fãs da série só terão esta semana para conferir a versão 3D de Toy Story 2, que vem como prévia do terceiro filme, com lançamento previsto para junho deste ano.  A animação está em cartaz no Cinemark 5 (12h sábado e domingo e nos outros dias também às 14h10, 16h30 e 18h40), Iguatemi 7 (10h30 no sábado e domingo e demais dias também às 12h20, 14h10 e 16h) e no Paralela 4, às  10h40 (sábado e domingo), 12h30, 14h20 e 16h10. Em todos os cinemas e sessões as cópias são dubladas.

6 Comentários até o momento

Sua opinião é importante para nós
  1. Sheila Ferraz
    #1 Sheila Ferraz 5 março, 2010, 10:55

    Oi,
    Me inscrevi para receber por e-mail estas programações mas n estou recebendo.
    Poderia me incluir?
    sheilasferraz@gmail.com
    Grata

    Reply this comment
  2. Gustavo Mustafa
    #2 Gustavo Mustafa 9 março, 2010, 18:30

    Aproveitei a dica de fim de semana e fui assistir o gato malhado e a andorinha sinhá. Excelente apresentação e figurinos. Única coisa que atrapalhou a cabeça das pequenos foi o fato do gato ser representado por uma atriz e, na representação, fica enamorado pela andorinha, que também é uma atriz, e há cenas de expressão desse amor entre os dois. Tive uma certa dificuldade de explicar que aquilo era só a “teatrilização” da estória. Vá preparada, pois os pequenos não deixam passar nada!

    Reply this comment
    • marianacarneiro
      marianacarneiro 9 março, 2010, 21:14

      Pois é, Gustavo, também fomos conferir O Gato Malhado, no domingo. Vc estava lá nesse dia? Gostamos muito da produção (atores, figurino, cenário), da história nem se fala, mas além do que vc observou (a todo instante via as crianças perguntando exatamente sobre o gato ser uma gata!), achamos o espetáculo muito parado para a criançada. Tanto que lá pelo meio do tempo a turminha começou a ficar impaciente e danou a falar e a andar pelo corredor. Meu filho de cinco sobreviveu até o final a duras penas! Creio que a densidade do texto de Jorge Amado poderia ter sido simplificado no palco, sem perder o caráter lírico, em nome do pleno entendimento e da atenção da molecada.

      Reply this comment
  3. Gustavo Mustafa
    #3 Gustavo Mustafa 12 março, 2010, 01:09

    Fui lá no sábado!
    A minha (que também tem cinco anos), ficou atenta, mas um pouco inquieta com a questão de gênero.

    Reply this comment
  4. Alessandra
    #4 Alessandra 12 março, 2010, 23:37

    Fomos também no domingo – eu, João (3), Pati e Ernesto (2). Concordo com Mariana, acrescentando que, no momento das coreografias, percebi que a dispersão aumentava – as músicas eram longas e pouco infantis. João achou que o gato era uma onça.

    Reply this comment
  5. ANA PAULA GEITENES
    #5 ANA PAULA GEITENES 30 março, 2010, 22:19

    Adorei conhecer esse espaço com programaçâo para crianças. VALEU!!!

    Reply this comment

<

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.