Fomos experimentar: VR7 Realidade Virtual

6 de setembro de 2017

Salvador conta com uma casa de realidade virtual, a Arcade VR7, localizada no bairro do Canela e aberta a crianças (a partir de 7 anos) e adultos. Ali são oferecidos cerca de 200 jogos e experiências no mundo digital, que podem ser usados de forma individual ou em grupo.

O Pequenópolis foi testar o lugar levando um grupo de adultos, adolescentes e crianças de idades variadas. Quer saber como foi?

O ideal é reservar um horário, pois as sessões – cada uma dura pelo menos meia hora – são bem concorridas, especialmente nos fins de semana. A casa conta com dois andares e cinco salas (quatro com cerca de 16m2 de área e uma dupla, com 20m2). Há um auxiliar para instalar os acessórios no usuário (óculos, fone de ouvido e controles nos dois braços) e orientar sobre cada jogo. Não é preciso ter familiaridade com os equipamentos, mas o uso exige sempre um tempo inicial de preparação, com calibragem e experimentação dos movimentos motores que cada jogo prevê.

As salas possuem piso emborrachado, para evitar machucados quando o jogador se abaixa ou fica de joelhos, e ainda monitores e pufs para que os acompanhantes possam assistir o que está sendo jogado e até dar palpites nas ações. Mesmo com as proteções do forro no chão, acompanhamento do auxiliar e aviso luminoso emitido no óculos quando o usuário se aproxima de obstáculos na vida real, convém ficar esperto para não se bater nas paredes das salas. É comum ver crianças batendo cabeça ou caindo no chão, de tão empolgadas!

A imersão é muito legal de se experimentar, em todas as idades. Vimos avós e netos bastante envolvidos e se divertindo em experiências como ver de perto corais, águas vivas e uma grande baleia no fundo do mar, ou explorando planetas no espaço. Também dá para visitar cidades e museus. A criançada conta com um sem número de opções de jogos, que vão de clássicos do Super Mário e Star Wars a outros educativos (sistema solar e corpo humano) e ainda os lúdicos e divertidos, como o de arco e flexa, que se passa em castelo da Idade Média, ou o de montanha russa. É possível, ainda, experimentar cinco profissões, com bastante interatividade.

Só é permitido ter um jogador por sala, para garantir que uns não fiquem se batendo nos outros ao colocar os óculos. Mesmo que o jogo seja multiplayer, os jogadores ficam em salas distintas.

O HTC Vive é a tecnologia usada pela VR7 para teletransportar o cliente ao universo virtual. Com ela pode-se andar, pular, se agachar e interagir com a realidade virtual de forma bastante real, com o auxílio dos acessórios e também de sensores sem fio instalados nas salas.

 

Serviço
VR7 Realidade Virtual
Onde: Rua Marechal Floriano, 482 B, Canela. É a rua do fundo do Bompreço do Canela, já no final, descendo a ladeira em direção à Escola de Música da UFBa e ao Vale do Canela. Fica do lado direito e há placa indicativa. Em dia de semana, horário comercial, é difícil achar vaga para estacionar.  Nos fins de semana e feriados costuma ser tranquilo parar.
Quando: todos os dias (inclusive domingos e feriados), das 14h às 22h (o horário normal de segunda a quinta é até as 18h, além desse horário somente quando há reserva prévia)
Quanto: Módulo de 30 minutos de diversão para um usuário a partir de R$ 30 (segunda a quinta) e R$ 40 (fim de semana e feriado). Grupos de até quatro pessoas podem se revezar na mesma sala (consulte preço diferenciado para esta opção).
Mais informações e reservas: (71) 3014-3007 ou no site vr7.com.br

2 Comentários até o momento

Sua opinião é importante para nós

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comentar .

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de email não será publicado. Seus dados também não serão compartilhados.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.