De condomínios e falta de praças

21 de fevereiro de 2010

São tão poucas as praças decentes para receber crianças em Salvador que os condomínios acabam muitas vezes cumprindo o papel de implantar espaços de convivência e diversão para os pequenos e suas famílias. É assim que os moradores acabam bancando o que os poderes públicos não conseguem.

Ontem mesmo tivemos uma tarde agradabilíssima numa praça de condomínio que dá de 10 a zero em várias públicas que tenho visto por aí. Ela fica situada na entrada do Condomínio Bosque Imperial, no Pau da Lima, onde moram amigos queridos. É toda cercada, arborizada, com muito espaço e vários brinquedos, todos em ótimas condições de conservação. Melhor ainda: há uma sorveteria bem ao lado. Por causa dela, o lugar acaba dando acesso a qualquer pessoa que queira aproveitar para soltar a meninada nos brinquedos.

Meu filho brincou horrores, fez vários novos amigos, escalou árvores (uma descoberta e tanto), se esbaldou no banco de areia e se lambuzou nos picolés e sorvetes. Com tudo isso, gastamos apenas R$ 9 no lanche (três adultos e duas crianças) e tivemos um dia inesquecível, daqueles com cara da infância de quem já virou adulto. Voltaremos mais vezes, é claro. Mas a pergunta que fica é: por que é tão difícil ter essa sensação por aí afora?

5 Comentários até o momento

Sua opinião é importante para nós
  1. Anacele
    #1 Anacele 27 fevereiro, 2010, 14:06

    Além de não termos praças decentes para levar nossos filhos, os poucos espaços públicos que existem são inacessíveis por causa da violência. São exemplos o parque da cidade e o de Pituaçu.

    Reply this comment
  2. Eduardo Wanderley
    #2 Eduardo Wanderley 26 março, 2010, 11:48

    Mariana, sempre que divulgo seu trabalho (digo, prazer) blog, sempre acrescento dicas de parques e praças, evitando que crianças fiquem em casa em videogames ou passeando em shopping, pois já acho nossas crianças atuais, extremamente consumistas. Sempre procuro lembrar a um grupo de 28 casais (famílias) amigas, que terminam apenas indo em um mesmo lugar (praça ou parque) e sempre depois comenta as mesmas queixas sobre o lugar. Precisamos estimular e que as pessoas andem por nossa cidade, façam comparações e que exerçam o direito de cidadão de protestar se sentimos falta da limpeza, da segurança e até da falta de educação de alguns, pois reclamam, mas mesmo sabendo da deficiência não levam seu saquinho plástico para recolher o copinho de yogurt ou do suco ades !!

    Reply this comment
    • marianacarneiro
      marianacarneiro 28 março, 2010, 11:36

      Pois é, Eduardo, se não fazemos a nossa parte cobrando as coisas e zelando pelo bom funcionamento delas, fica muito difícil… Cadê a cidadania dessa gente??

      Reply this comment
  3. Candice
    #3 Candice 8 julho, 2011, 08:47

    Olá Mariana,

    Na verdade não localizei um espaço para te perguntar sobre o Show da Palavra Cantada em Agosto aqui em Salvador. Realmente será realizado?? Quando e Onde ?? Já divulguei para um monte de gente …

    Beijos

    Candice

    Reply this comment
    • marianacarneiro
      marianacarneiro 18 julho, 2011, 22:54

      Oi, Candice, vou saber da produção mais detalhes sobre a vinda do Palavra Cantada em agosto, e divido a informação aqui, ok? Bjs

      Reply this comment


Warning: Illegal string offset 'rules' in /home/pequenop/public_html/wp-content/themes/pequenopolis-theme/functions/filters.php on line 191
<

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.