Companhia Novos Novos: peça com textos de Lázaro Ramos e acesso para cegos e surdos

26 de outubro de 2017

O espetáculo infantojuvenil Caderno de Rimas do João e Sem Rimas da Maria tem temporada no Teatro Vila Velha (Passeio Público – Campo Grande) de 4 a 26 de novembro, com apresentações aos sábados e domingos, às 16h. Dirigida por Débora Landim, a montagem da Companhia de Teatro Novos Novos traz texto adaptado a partir de dois livros do ator, apresentador, escritor e diretor teatral baiano Lázaro Ramos. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada).  Aos sábados, a peça conta com audiodescrição para cegos e intérprete de libras para surdos, em uma parceria com a empresa ACESSU – Acessibilidade Universal.

Com música ao vivo e um elenco de 20 pessoas, Caderno de Rimas conta a história de dois irmãos, João e Maria, que aprendem a se relacionar com o mundo e seus desafios através de uma íntima relação com o criar e contar histórias. João recria aventuras em seu caderno de rimas; Maria conta suas vivências em seu caderno “sem” rimas. Fazem isso inspiradas pelos exemplos da avó e dos pais, personagens que incentivam o exercício do lúdico e da poesia como alicerces para a formação das crianças. A peça busca traduzir para a linguagem cênica o lirismo e a ludicidade dos textos de dois livros de Lázaro Ramos: Caderno de Rimas do João (lançado pela Pallas Editora) e Caderno Sem Rimas da Maria (em vias de publicação).

Em vários verbetes, os livros tratam de temas relacionados às descobertas infantis, a valores familiares, ao respeito ao semelhante e ao mais velho, à amizade, à passagem do tempo, à vida e à morte. A partir desse rico universo,  a Companhia Novos Novos e Lázaro criaram um roteiro que, durante o processo, foi sendo modificado e lapidado, através de improvisações, discussões e experimentações. Esta é a sétima peça do repertório da Companhia Novos Novos, segunda a partir de texto de Lázaro Ramos – em 2012, o grupo montou, também com direção de Débora Landim, a peça Paparutas.

O espetáculo foi montado sem patrocínio, apenas com alguns apoios institucionais, mas com a grande colaboração de artistas (músicos, coreógrafa, figurinista, cenógrafo), a UFBA através do PROEXT – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Extensão Universitária, a Moinhos Giros de Arte e o próprio Teatro Vila Velha), que abraçaram o projeto.

SERVIÇO
Caderno de Rimas do João e Sem Rimas da Maria
Onde: Teatro Vila Velha – Passeio Público, Campo Grande, tel. (71) 3083-4600
Quando: 4 a 26 de novembro – sábados e domingos, às 16 horas
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)

1 comentário até o momento

Sua opinião é importante para nós

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comentar .

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de email não será publicado. Seus dados também não serão compartilhados.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.