Ação em museu aproxima a dança do público infanto-juvenil

12 de junho de 2015

Foto: Mauricio SerraNo domingo (14) será lançado no Museu de Arte da Bahia, o MAB (Corredor da Vitória), o projeto MUSEUCURTOARTE, de dinamização artística de museus, com várias linguagens ocupando equipamentos públicos. O tema será “Museu Eu Curto Dança”, reunindo as ações Dança Infância e Eu Curto Dança, ambas envolvendo o público, das 9h às 17h, nas salas educativas e entrada do museu. Às 10h15 acontece a cerimônia oficial de abertura, com presença de autoridades, artistas, realizadores e do público.

A programação voltada ao público infanto-juvenil acontece na parte da manhã. Das 9h às 11h30 ocorre a Dança Infância, ação realizada pelo CFA/Escola de Dança da FUNCEB em parceria com a EDANÇA – Associação das Escolas de Dança da Bahia. Das 10h30 às 11h30 será realizada, pela Escola Contemporânea de Dança, a dinâmica de mediação através de processos criativos MAB Dança, envolvendo o público infantil ao apresentar essa linguagem artística durante trajeto pelo espaço e obras do museu. Finalizando a manhã, das 11h30 às 12h30, o Grupo Juvenil da Escola de Dança da FUNCEB faz apresentação mediada de trabalhos.

À tarde a programação será desenvolvida pela coreógrafa e pesquisadora Lia Robatto, BTCA e espetáculos, com intervenções urbanas e danças de rua selecionados do projeto Quarta que Dança 2014. A Dança no Museu, das 14h às 17h, é um encontro teórico-prático ministrado por Lia Robatto, que aborda estratégias poéticas de mediação de público desenvolvidas pela dança, voltado para grupos profissionais de dança da cidade.

Eu Curto BTCA, das 15h às 17h, faz apresentação mediada de trecho do espetáculo Agô Arerê: Por Favor Não Aperte o Mamão, criação de Tuca Pinheiro e dramaturgia de Carmen Paternostro, com inspiração livre na visão de dois artistas: do cantor e compositor Dorival Caymmi (1994-2008) e do artista plástico Miguel Rio Branco. O Balé Teatro Castro Alves apresenta também o projeto Sob Rasura, no qual se lança na investigação acerca das transformações físicas e de pensamentos experimentadas por seus bailarinos ao longo do tempo. Serão exibidos, em TVs distribuídas pelo museu, dois filmes de dança e o flip book filmados e fotografados no canteiro de obras do TCA.

Em Mediação de Dança, das 15h às 17h, o programa inclui quatro apresentações mediadas de obras selecionadas no Quarta que Dança 2014: Farpas e Lâminas de Um Corpo Visível, de João Perene Núcleo de Investigação; Antítese, da Liga do corpo; Contactos, de Ananias Break; e We Can Do It!, de Michel le Arcanjo.

Em julho um novo domingo do projeto MUSEUCURTOARTE será destinado à dança e na sequência virão outros doze domingos da programação, com cada linguagem – teatro, literatura, música, audiovisual, circo e artes visuais -, ocupando, cada uma, dois domingos do cronograma.

Serviço

MUSEUCURTOARTE/Museu Eu Curto Dança
Onde: Museu de Arte da Bahia
Quando: 14/6, das 9h às 17h. Cerimônia de abertura às 10h15. Programação para o público infanto-juvenil na parte da manhã
Quanto: Gratuito

1 comentário até o momento

Sua opinião é importante para nós

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comentar .


Warning: Illegal string offset 'rules' in /home/customer/www/pequenopolisba.com.br/public_html/wp-content/themes/pequenopolis-theme/functions/filters.php on line 191
<

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.