O Fantástico Mundo Marinho: réplicas robóticas fiéis em exposição gratuita

5 de janeiro de 2019

Até 3 de fevereiro, o Shopping Paralela abriga a exposição “O Fantástico Mundo Marinho”, que oferece réplicas robóticas fiéis de seres da fauna marinha, como o Tubarão Baleia (8 metros), a Baleia Jubarte (9m), o Mosassauro (16m) e a Orca (5m), dentre outros. O Peixe-Palhaço e o Cirurgião Patele, que serviram de inspiração para os personagens “Nemo e Dori”, da franquia “Procurando Nemo”, também farão parte da exposição.

A atração é gratuita e está aberta à visitação do público, na praça central de eventos do shopping.

O projeto foi desenvolvido por biólogos marinhos brasileiros e acompanha uma cenografia baseada no universo subaquático que, além da praça central, estará espalhada por outros corredores do shopping, com peças como o Polvo (6m), colocado na entrada do Paralela; um Caranguejo (2m), na praça de alimentação; e um Golfinho (3m), no Corredor Encantado.

A mostra, inédita, é uma produção da Smart Mix Brasil, proprietária de eventos de entretenimento familiar como o “Mundo Jurássico”, e responsável por turnês brasileiras da consagrada exposição “O Fantástico Corpo Humano” e “Maravilhas no Corpo Humano”.

Próximo à exposição há um equipamento que interage com a exposição e oferece realidade aumentada, com vídeo de até 4 minutos, ao preço de R$ 15.

Outra atividade que interage com o tema da exposição é o Foto Opportunity, onde é possível tirar foto e revelar na hora (a câmera fica na boca do tubarão). O custo é de R$ 20.

SERVIÇO

Exposição O Fantástico Mundo Marinho

Onde: Shopping Paralela

Quanto:  gratuita (apenas duas atrações interativas citadas acima são cobradas)

Nenhum comentário até o momento

Sua opinião é importante para nós

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comentar .


Warning: Illegal string offset 'rules' in /home/pequenop/public_html/wp-content/themes/pequenopolis-theme/functions/filters.php on line 191
<

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.