Programa cultural duplo na Caixa Salvador

2 de janeiro de 2015

A Caixa Cultural Salvador abriga até 8 de fevereiro duas ótimas exposições para adultos e crianças.

A primeira é a exposição “A Magia de Miró, desenhos e gravuras”, que reúne 69 obras do artista espanhol e 23 fotografias em preto e branco de Joan Miró, registradas em ocasiões diversas pelo curador Alfredo Melgar, fotógrafo galerista em Paris e Conde de Villamonte.

A mostra já passou por São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro e Recife, além de prestigiadas galerias e museus da Europa, América e Oceania. A entrada é gratuita, com patrocínio da Caixa Econômica Federal e Petrobras.

A “Magia de Miró” revela um plano mais íntimo e pessoal do mundo do artista catalão. Os visitantes verão esboços ou notas, além de obras produzidas sobre papel, com lápis e giz de cera ao longo dos seus últimos cinco anos de vida.

As ilustrações correspondem a diferentes épocas da sua produção, entre 1962 e 1983, e remetem ao universo do processo criativo do artista, que pintou e desenhou sobre qualquer superfície que permitisse exibir sua enorme criatividade e conhecimento.   [DDET Clique para Ler Mais]

Sobre Miró
mirofotoNascido em Barcelona, na Espanha, em 20 de abril de 1893, Miró é um dos mais renomados artistas da História da Arte Moderna. Estudou com Francisco Galí, que o apresentou às escolas de arte moderna de Paris, transmitiu-lhe sua paixão pelos afrescos de influência bizantina das igrejas da Catalunha e o introduziu à fantástica arquitetura de Antonio Gaudí. Em suas pinturas e desenhos, tentou descobrir signos que representassem conceitos da natureza em um sentido poético e transcendental, revelando os aspectos em comum com dadaístas e surrealistas, e sendo influenciado principalmente pelo pintor e poeta Paul Klee.

Miró também trazia intuitivamente a visão despojada de preconceitos que os artistas das escolas fauvista e cubista buscavam, mediante a destruição dos valores tradicionais. A partir de 1948, na Espanha e em Paris, realizou uma série de trabalhos de conteúdo poético, entre eles esculturas, com variações temáticas sobre mulheres, pássaros e estrelas. Em 1954, ganhou o prêmio de gravura da Bienal de Veneza e, quatro anos mais tarde, ganhou o Prêmio Internacional da Fundação Guggenheim pelo mural que realizou para o edifício da Unesco, em Paris. Miró faleceu em 25 de dezembro de 1983, em Palma de Maiorca, na Espanha.

PATRIMÔNIO BRASILEIRO

caixapatrimonioA segunda exposição, que também fica na cidade até 8 de fevereiro, é a “Patrimônio Imaterial Brasileiro – A Celebração Viva da Cultura dos Povos”, que reúne objetos, vídeos, fotos e músicas registrados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Trata-se de uma celebração viva da cultura dos povos de nosso país, com manifestações como o Bumba Meu Boi, Carimbó, Frevo, Samba de Roda do Recôncavo Baiano, Fandango Caiçara e Capoeira.

caixapatrimonio2Da Bahia, são apresentados detalhes do ofício das baianas de acarajé, a roda de samba do Recôncavo e a secular festa do Senhor do Bonfim. Estes bens imateriais têm sido registrados ao longo de 12 anos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Representando os povos que construíram a identidade do brasileiro, a exposição projeta imagens de índios, portugueses, italianos, africanos, japoneses e alemães, cujos traços estão miscigenados na população brasileira. As paisagens também são representadas por imagens de cidades, aldeias, sítios históricos, cachoeiras e praias que formam o rico patrimônio natural do país.

SERVIÇO

Exposições “A Magia de Miró” e “Patrimônio Imaterial Brasileiro”
Visitação: de terça a domingo, das 9h às 18h.
Onde: Caixa Cultural Salvador – Rua Carlos Gomes, 57, Centro, tel. 3421-4200
Quanto: gratuito  [/DDET]

5 Comentários até o momento

Sua opinião é importante para nós

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comentar .

<

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.