Eco Parque Sauípe tem último fim de semana aberto ao público

by 1 de janeiro de 2018

O Eco Parque Sauípe, na Linha Verde, promove a quarta edição do projeto “Verão Eco Parque Sauípe”, com abertura do espaço ao público no período de 13 de janeiro a 11 de fevereiro, com funcionamento aos sábados e domingos, das 9h às 16h. No local são oferecidas atividades recreativas como parede de escalada, tirolesa, pedalinho, passeios de caiaque, bicicletas e trilhas, entre outras ligadas ao meio ambiente. O local também abriga obras do artista plástico Bel Borba.

Situado na Vila Sauipe, Litoral Norte da Bahia (município de Mata de São João), a 67 km de Salvador, o Eco Parque conta com espaços físicos de exposição (veja mais abaixo), mantidos pelo Instituto Fábrica de Florestas e patrocinados pela Braskem e Cetrel, que também são mantenedoras do Instituto. A proposta é unir lazer e sustentabilidade, reunindo atrativos culturais, ecológicos e educativos para toda a família.

O projeto foi criado com o objetivo de estimular a conservação dos ecossistemas e fomentar a educação ambiental. Desde 1998, o Eco Parque Sauípe protege uma área de 66 hectares na região de transição de dois ecossistemas do bioma Mata Atlântica (a floresta e a restinga), além de fornecer mudas de plantas nativas utilizadas no reflorestamento do Litoral Norte da Bahia. O local tem ainda lagoas, nascentes, variedade de árvores, diversas espécies de animais nativos, como o jacaré de papo amarelo e macaco prego, e diferentes trilhas ecológicas. 

A reserva é responsável por atender mais de 8 mil estudantes por ano, pelo Programa de Educação Ambiental – PEA, que tem o reconhecimento nacional e internacional de diversas instituições da área ambiental. A reserva ecológica é Posto Avançado da Biosfera da Mata Atlântica, título concedido pela Unesco há quatro anos.

Também é possível conhecer a Estação Ambiental Braskem e o Museu de História Natural Cetrel, com os Núcleos de Arqueologia e de Ciências Naturais.

MAIS SOBRE OS ESPAÇOS FIXOS

Museu de História Natural Cetrel – O equipamento conta com os núcleos de Arqueologia e de Ciências Naturais, com um acervo com mais de cem utensílios que reproduzem a história da ocupação humana na região, com vestígios de tribos nômades que viveram há mais de três mil anos. Também oferece uma coleção de 380 animais taxidermizados, de 180 espécies, que ilustram os diversos ecossistemas brasileiros.

Estação Ambiental Braskem – Inaugurada em junho deste ano, a Estação Ambiental Braskem visa contribuir para a educação de jovens estudantes, com foco nos moradores das comunidades vizinhas do Polo Industrial de Camaçari. O equipamento tem 750m² de área construída e é distribuído em três módulos. O primeiro, Espaço Braskem, é dedicado às aplicações e ciclo do plástico e à sustentabilidade, com destaque para o PE verde, resina plástica produzida a partir do etanol de cana-de-açúcar, uma matéria-prima 100% renovável. O plástico verde está presente na grama sintética instalada no piso e também em alguns produtos que já utilizam a matéria-prima. Neste ambiente, o público encontra informações audiovisuais sobre a temática exposta em painéis com uso de led e em dispositivos interativos. O segundo módulo é o Espaço Interativo da Sustentabilidade, composto por ambientes que representam partes de uma casa, como sala, banheiro e cozinha. São simuladas diversas atividades do dia a dia, como elas impactam o meio ambiente e algumas soluções para que o uso de recursos naturais seja mais consciente. No ambiente sala são demonstrados os tipos de energia existentes, os prós e os contras de cada uma delas e como reduzir o consumo. Já no banheiro, por exemplo, os visitantes aprendem os conceitos relacionados à água, desde sua nascente até o descarte e como ela pode ser usada de forma mais eficiente. Na cozinha, uma lição sobre a geração de resíduos, o ciclo de vida do plástico, papel, alumínio e vidro, como fazer a compostagem e utilizar sobras de alimentos para evitar o desperdício e minimizar os impactos ao meio-ambiente. Já o terceiro e último módulo é o Viveiro Escola, onde os alunos visitantes recebem informações sobre botânica, produção e plantio de mudas nativas da Mata Atlântica e conservação das florestas. A equipe é multidisciplinar, formada por biólogos, técnicos ambientais e viveiristas.

Serviço

Verão Eco Parque Sauípe

Período: de 13 de janeiro a 11 de fevereiro

Funcionamento: sábados e domingos, das 9h às 16h

Onde: Eco Parque Sauípe (Estrada Rural Sauípe a Entre Rios, KM 01, s/n, Sauípe – Mata de São João-BA).

Ingresso: preço único de R$ 20 ou Combo de R$ 50 (entrada + 4 atividades diferentes). Crianças até cinco anos não pagam entrada, somente o seguro de R$ 5.

Atividades eco-esportivas (tirolesa, caiaque, parede de escalada, bicicletas e pedalinho): preço unitário de R$ 10.

Capacidade: 250 pessoas.

Estacionamento: Gratuito

Informações: 71 98126-6811 / 98117-3656 / vep@fabricadeflorestas.org.br

2 Comentários até o momento

Sua opinião é importante para nós
  1. Flávia Mirella Pereira Ribeiro
    #1 Flávia Mirella Pereira Ribeiro 7 janeiro, 2018, 18:29

    Boa tarde,
    O funcionamento de vocês se restringe apenas na temporada do verão?
    Vocês recebem escolas com propósito social?

    Reply this comment

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de email não será publicado. Seus dados também não serão compartilhados.